PALESTRAS
O líder e a gestão espiritual
 

“Uma surpreendente abordagem desvinculando espiritualidade de religião ou religiosidade.”

“Um desafiador equilíbrio entre a gestão de resultados e a gestão de valores.”

1. Não há como compreender o que é a Gestão Espiritual sem antes entender:

  • o que é a espiritualidade humana;
  • como rever crença, poder, olhar e palavra para viabilizar a Gestão Espiritual;
  • o trabalho humano como produtor de espiritualidade;
  • a relação entre trabalho, espiritualidade e liderança evoluída.

2. E mais ainda, quais os benefícios que a Gestão Espiritual proporcionaria?

  • Como trará resultados para a empresa?
  • Como agregará diferencial competitivo para a organização?
  • Como poderá contribuir para o exercício competente do poder, convergindo equipes, por meio da diferenciação e do mérito?
  • Como fornecerá parâmetros para o gerenciamento de conflitos, potencializando-os para a realização de metas, sem perder a referência do que é ser “ser humano”?
  • Como ajudará a criar um clima organizacional fértil para a felicidade e a criatividade coletiva?
  • Como contribuirá para a melhoria na relação entre os departamentos e o atendimento ao cliente?
  • Como propiciará a produção de bens materiais e bens espirituais e quais benefícios os bens espirituais trazem para a organização e as pessoas que os produzem?
  • Quais competências um líder deve desenvolver para tornar-se apto a implantar a Gestão Espiritual?
  • Como construir um senso ético para que a Gestão Espiritual se viabilize?
  • Como realizar um balanço do estágio espiritual dos líderes de uma organização?

 

Confira:
  1. Objetivo e Sinopse
  2. Perguntas e Respostas sobre a Gestão Espiritual
  3. Metodologia de Trabalho
 
Objetivo e Sinopse
 

Quando pensamos em Gestão Espiritual, a primeira coisa que nos vem em mente é algo relacionado à religião ou à religiosidade, não é mesmo? Entretanto, não é a relação que queremos realizar quando trazemos à tona o tema da espiritualidade, ainda mais se pretendemos aplicá-la nas organizações empresariais.
A inovação ou, mesmo, a revolução, na forma como esse tema será tratado,  reside no fato de a espiritualidade humana ser abordada como um fenômeno fundamentalmente humano, isto é, construída por nós mesmos e exteriorizada por meio do nosso trabalho.
Sendo a espiritualidade um fenômeno humano - demasiadamente humano -,  podemos conhecer seus fundamentos e aplicá-los na gestão, tendo em vista resultados materiais e humanos, otimizando a produtividade ao mesmo tempo em que se promove o ser das pessoas, evoluindo-as.
O trabalho humano passa a ser, então, produtor não apenas de materialidade, mas também de espiritualidade, bens materiais e bens espirituais, constituindo-se como um elo espiritual indissolúvel que une, coletivamente, as pessoas entre si.
A empresa que for apta a também produzir bens espirituais construirá uma espiritualidade positiva, que será uma espécie de campo magnético que influenciará a todos, evoluindo o grupo para solucionar, estrategicamente, os desafios e conflitos do cotidiano empresarial, por meio de um clima organizacional fértil para a felicidade e a criatividade.
Sabendo como a espiritualidade se forma nas pessoas e organizações, o gestor estabelecerá qual perfil de líder será mais adequado para o exercício do poder e quais competências deve desenvolver para implantar a Gestão Espiritual.
O objetivo dessa palestra/curso é, portanto, formar uma liderança evoluída, pronta para o exercício sábio e competente do poder, preparada para liderar  equipes e alcançar resultados, ao mesmo tempo em que humaniza ambiente e relações, sem perder, na síntese entre resultados e humanização, o compromisso com o futuro da empresa, dos acionistas, da sua vida, dos colaboradores e do planeta, objetivos para os quais a Gestão Espiritual se coloca como alternativa eficiente.

 
topo
 
Metodologia de Trabalho
 

1. Palestra
2. E/ou séries de cursos intensivos para grupos menores com interação, vivências, dinâmicas, exercícios, vídeos ilustrativos e slides em ppt (de 8 a 40 horas de duração).

 
topo