PALESTRAS
A GESTÃO DO PODER
 
Objetivo e Sinopse
 

A filosofia é uma invenção grega, que começou na forma de um bate-papo entre amigos que queriam entender melhor o homem, a cidade, a justiça e o poder, ou seja, a vida em sociedade.
Não é possível pensar no homem e sua relação com a natureza e com o outro sem refletir sobre o poder. Há muitas formas de conceituá-lo. O poder pode ser visto como conhecimento, domínio, autoridade, mando, status, honra, glória, reconhecimento, riqueza, emancipação, liberdade, direção, cooperação, etc., mas, em muitos casos, como ruína, perdição, miséria, desonra, servidão, morte ou, mesmo, loucura. Pode ser autoritário, aristocrático, democrático, tirânico, estático ou dinâmico.
O poder pode restringir ou ampliar o espaço para a atuação do outro,  permitindo ou não o crescimento mútuo.
O poder pode ser legítimo, ilegítimo, conquistado à força ou por direito. Pode ser efetivado em conluio por grupos de relacionamentos e interesses escusos ou exercido por uma liderança autêntica e evoluída, reconhecida pelos liderados, inspirando e direcionando o grupo para trajetórias comuns e amplas.
A filosofia também mostrou que há uma relação estreita, porém um tanto complexa, entre poder, liberdade, moral e sabedoria, tanto na vida particular quanto na pública e empresarial.
Explicação: Antes de definir o poder, é mais fácil entender sua finalidade, isto é, para que fim serve. Não haveria razão de existir poder nas mãos de uma ou mais pessoas, se elas não precisassem relacionar-se, ou seja, o poder mostra-se como necessário porque não vivemos uma vida solitária.
Os agrupamentos humanos exigem certa ordem ou mando para que não se destruam, à proporção que a relação entre seus membros não seja, por natureza, harmoniosa, ao contrário, ela se multiplique em interesses, disputas e conflitos.
Seja qual for a ordem instituída para que as pessoas possam viver de forma coesa, ela restringirá a liberdade individual de todos, por meio de um código de conduta, que é a moral do grupo. Para pensar e implantar essa ordem, a filosofia salientou a importância da sabedoria, pois a tarefa não é simples.
Vamos destacar nesse curso a forma como alguns pensadores elaboraram a construção dessa ordem institucional do poder, em particular, Maquiavel, Hobbes, Rousseau, Locke, Marx e Nietzsche e, como eles, cada um ao seu modo, relacionaram o poder, a liberdade, a moral e a sabedoria.
Compreender esses conceitos é fundamental para o líder moderno dirigir uma empresa e conduzi-la com sucesso para as metas estabelecidas no planejamento estratégico.
Nossa proposta é abrir um campo de discussão para o desafio do milênio: “A gestão do poder” – O que é o poder? Para quem é? Quando é legítimo? Qual é o seu formato? Qual é a sua finalidade? Como nele relacionar a liberdade, a moral e a sabedoria?